Para abrir as Postagens é só clicar. nos Temas

sexta-feira, dezembro 20, 2013

AVALIE-SE PELA SUA HUMILDADE

Aconselhamento/Reflexão
Toda pessoa pode e tem todo o direito de ser bem sucedida na vida, porém, seu sucesso não pode afastá-la da sua humildade. Dinheiro poder, posição social elevada, vida intelectual avançada, política e religião, tudo isso se for somada a sua humildade refletirá em benefício para você em qualquer lugar da sociedade, tanto diante dos homens, como diante de Deus.
No tempo de Cristo usavam-se sandálias, devido às ruas empoeiradas, o povo tinha por costume lavar seus pés. Também era um ritual como analogia a purificação. Jesus considerado Filho de Deus teve uma atitude que surpreendeu a todos, ele não olhou para sua posição diante dos homens. Ao invés de ter seus pés lavados, ele se inclinou e lavou os pés de seus discípulos como um dos seus grandes atos de humildade. A humildade está em servir o que pensamos ser o menor entre todos, não com o intuito de agradar ou se mostrar aos homens, mas somente a Deus.
Wesley L. Duewel
Uma pessoa que não percebe seu tamanho espiritual diante de Deus, que se julga inferior aos seus próprios olhos, essa pessoa é maior aos olhos de Deus. O papel do Espírito Santo não é nos humilhar, mas quando Ele o faz, faz para nosso bem sem nos desagradar. Quando o Espírito Santo exalta alguém, Ele faz de forma tão bela e natural, que a pessoa não toma consciência da sua grandeza espiritual, muito menos da sua humildade.
John Flave escreveu: “Os que conhecem a Deus são humildes; os que conhecem a si mesmos não podem ser orgulhosos.”
Moutford acrescentou: “Quero sentir verdadeiramente que de mim mesmo não sou nada e, ao mesmo tempo, através de cada porta de minha alma, Deus entra e é tudo em mim”.
Thomas à Kempis nos assegurou: “Deus anda com os humildes; ele se revela aos despretensiosos; dá entendimento aos pequeninos; manifesta seu propósito aos de mente pura, mas oculta a sua graça dos curiosos e orgulhosos”.
Podemos não concordar plenamente com Agostinho meditando no que ele escreveu: “Se você me perguntasse o que vem em primeiro lugar na religião, eu responderia: a primeira, a segunda e a terceira coisa nela – não, tudo nela – é a humildade.”
A vida cristã está cheia de paradoxos. Você se encontra mais espiritualmente vivo quando está mais verdadeiramente morto e crucificado com Cristo.
Spurgeon escreveu: “Todo o tesouro de Deus será entregue como dom à alma suficientemente humilde para recebê-lo sem tornar-se orgulhosa por causa disso. Deus nos abençoa a todos até a plena medida do que ele sabe que é seguro. Quando você não recebe uma bênção, é porque não é seguro para você que a receba.” Você precisa avaliar sua vida e saber o que é seguro para Deus abençoá-lo e responder à sua oração.
As Escrituras não nos ensinam a autodepreciação vergonhosa. A nossa humildade de acordo com as Escrituras consiste no valor que temos para Deus, porque fomos resgatados com o precioso sangue de Cristo, com o propósito que O glorifiquemos.
A pessoa que reconhece sua humildade sabe que não consegue seu sucesso sem que Deus o ajude. Não podemos achar que somos mais, ou melhor, que os outros, porque a qualquer momento Deus pode retirar de nós aquilo que lhe pertence.
Adam Clarke foi um pregador metodista dos primeiros tempos que ardia verdadeiramente por Deus e era colaborador de John Wesley. Ele dominava vinte idiomas. Estava decidido a usar todo o seu tempo para a glória de Deus. Enquanto outros dormiam ou gastavam o tempo com trivialidades, ele estudava, orava, e trabalhava. Durante vinte e sete anos usou os momentos desocupados para escrever seu grande comentário de oito volumes, que terminou de joelhos. Era amado por todos os seus companheiros ministros. A partir de 1805, quatorze anos depois da morte de Wesley, Clarke foi três vezes eleito presidente da conferência metodista.
A primeira vez em que o elegeram, ele sentiu-se tão indigno que os ministros tiveram de carregá-lo fisicamente, levá-lo até a plataforma e colocá-lo na cadeira do presidente. Mas uma vez ali, foi grandemente abençoado e usado por Deus como líder deles.
A pessoa espiritualmente humilde tem consciência constante de sua dívida para com Deus. Ela se assemelha ao homem que Jesus descreveu como tendo uma dívida tão grande que jamais poderia saldá-la (Mt. 18: 23-27). Como alguém pode retribuir o amor do Calvário? Como alguém pode deixar de sentir-se humilde diante de Deus tão misericordioso, gracioso e bom? Meça a sua humildade pelo seu senso de indignidade. Tiago escreveu: “Humilhai-vos na presença do Senhor, e ele vos exaltará”. (Tg. 4:10).


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...