Para abrir as Postagens é só clicar. nos Temas

quinta-feira, novembro 13, 2014

CARACTERÍSTICAS DO LÍDER CRISTÃO

Peço desculpas aos meus queridos leitores, que estas propagandas não são minhas.
Visite nosso Site. https://sites.google.com/site/lerparasabermaisprofexpedito/
Um líder cristão é alguém chamado por Deus para liderar, e essa liderança deve ser exercida por uma pessoa que tenha um caráter semelhante ao de Cristo, revelando aptidões funcionais que permitam uma liderança concreta (Mt. 5.1-12).
Paulo é um bom exemplo desse tipo de liderança, apesar de não ter sido um homem perfeito, sempre foi exemplo na busca contínua por maturidade e serviço, tanto que escreve aos Gálatas a importância de o crente ter o fruto do Espírito (Gl. 5.22-23).
Caráter - é um conjunto de qualidades que dão personalidade própria a um indivíduo permitindo distingui-lo de outros.
Liderar é ter um caráter que inspira confiança.
O caráter não é demonstrado apenas pelo falar; a ação é o principal indicador do caráter de uma pessoa.
O caráter indica quem e que tipo de pessoa esta é; por isso jamais poderá um líder ser desvencilhado de uma análise de seu caráter.
O conceito de líder segundo Paulo:
Despenseiro, ou mordomo (do grego “oikonomia”) ou gerente dos recursos da família (I Co. 4.2).
Administrador, isto é governante, essa palavra descreve um timoneiro de um navio (I Co. 12.28).
Bispo - do grego “episkopos” que é um supervisor (At. 20.28).
Presbítero - do grego “presbytero” responsável pelo conselho e observância da justiça (At. 20.17);
Presidente - aquele que preside e conduz as pessoas (Rm. 12.8).
Nem todos os líderes preenchem todos os requisitos citados acima, mas, as características quanto ao caráter e conduta são de suma importância, sendo assim todos precisam tê-los.
QUALIDADES ESSENCIAIS DO LÍDER
Auto-Disciplina - abnegação; o líder deve ser a pessoa que primeiro se submete de boa vontade, a apreender e a obedecer, segundo a disciplina imposta fora, e que em seguida, impôs a si mesmo, como forma exemplar, a exemplo de Paulo que diz: “Antes, subjugo o meu corpo e o reduzo a servidão, para que, pregando aos outros eu mesmo não venha, de maneira alguma, a ficar reprovado” (I Co. 1.27).
Deus endurece-me contra mim mesmo;
Esse covarde, com voz apática;
Que anseia pelo descanso, e pelo prazer;
Eu mesmo, arquitraidor de mim mesmo,
O mais oco dos meus amigos, o mais mortífero;
Meu obstáculo em qualquer estrada. (Amy Wilson Carmichael).
Visão - Isso inclui previsão (visão de coisas e pessoas) e visão interna (de si mesmo, isto é discernimento de fatos ao redor de si e dentro de si).
O homem de Deus deve ter visão de coisas espirituais, ser capaz de ver o possível nos momentos em que tudo demonstra incapacidade para ocorrer. Os personagens que mais influenciaram sua geração foram os que puderam enxergar mais longe do que os demais homens.
Esses foram homens cheios de fé e de grandes visões na obra de Deus.
O otimista vê uma oportunidade em cada dificuldade (At. 27. 21-25).
 Sabedoria- Conhecimento da verdade, instrução, razão; justo conhecimento natural ou adquirido das verdades (mormente morais); saber, doutrina, ciência; totalidade dos conhecimentos adquiridos (Caldas Leite).
Webster a define como: “faculdade de fazer uso do conhecimento, uma combinação de discernimento, julgamento, sagacidade e poderes semelhantes”.
“Nas Escrituras é o julgamento justo concernentes à verdade moral e espiritual”.
“Cheios de sabedoria” era um dos requisitos até mesmo para lideres subordinados a Igreja Apostólica (At. 6.3).
Decisão - Quando os fatos são conhecidos, o verdadeiro líder surge com sua marca característica: Decisão firme e rápida.
O homem que possui visão deve fazer algo a respeito, para não se transformar num visionário, em vez de líder (Hb. 11.24-27).
Coragem- Exige-se do líder coragem da mais alta ordem, coragem moral e física.
É a qualidade de espírito que capacita os homens a enfrentar o perigo ou as dificuldades, com firmeza, sem medo e depressão mental (I Co. 2.3; II Co. 7.5).
Humildade- Esta é por excelência a característica do homem que Deus usa, embora não faça parte do currículo do mundo.
Ao preparar seus discípulos para futuras posições de autoridade, o Senhor Jesus lhes disse que deveriam ser modestos e humildes como Seu Mestre (Mt. 20.25-27; Jo. 3.30).
O líder precisa entender que em uma boa liderança não há espaço para um regime ditatorial; onde há humildade haverá disposição em conduzir, sem a necessidade de ordens arbitrárias que mais resultam em confusões.
Obviamente há necessidade de ordem dentro de qualquer instituição, a serem cumpridas. O fator é que, não haja um comando como se as pessoas fossem de propriedade particular de alguém que não seja esse o Próprio Deus (I Pd. 5. 1-2).
Integridade e sinceridade - Paulo abriu seu coração de maneira como poucos conseguem fazer, exibindo tanto seus fracassos quanto suas virtudes (II Tm. 1.3; II Co. 2.17; I Co. 4.4).
No Antigo Testamento a sinceridade e a integridade eram impostos sobre a nação de Israel (Dt. 18.13).
“Sinceridade é transparência de caráter, uma qualidade inconsciente que se revela a si mesma”.
Além disso o líder deve ser mentalmente sadio, A palavra indica “estado de mente equilibrado, resultante da auto-restrição habitual”, e refere-se ao caráter proveniente de disciplina diária (Sl. 94.11; Pv. 12.5). 
Jeremy Tylor a chama de qualidade de “rédeas da razão e cabresto da paixão”.
O líder e o carisma - é fundamental na vida do líder, conhecer os vários tipos de temperamentos, e as faixas etárias à qual vai desenvolver seu ministério; e ter bom entendimento na psicologia do desenvolvimento, uma vez que precisa se especializar em ontologia, isto é, conhecer profundamente o “ser” e suas qualidades.
Quando o líder passa a entender as pessoas, ele demonstra que é um líder carismático, algo muito importante no trato com os demais.
Carisma - é uma palavra de origem grega (khárisma) que quer dizer crisma ou crismado, ou seja, “aquele que recebeu graça ou dom divino”.
O carisma conduz o líder a ser fascinado pela vida e pensar nas pessoas que lhe cercam, valorizando-as.
Tal atitude ajuda as pessoas a pensarem positivamente sobre si mesmas, fazendo que se sintam importantes e não como rejeitadas, até mesmo por Deus.
O líder carismático transmite esperança a seus liderados, sabendo que esta é um bem maior.
O líder precisa ser eclético - ou seja, ter um bom conhecimento da Bíblia, sendo ágil em seu manuseio, tendo entendimento profundo sobre as questões éticas e morais exigidos por Ela (II Tm. 2.15)
Muito se tem discutido sobre o valor das obras ditas de “aperfeiçoamento individual”, da sua contribuição para despertar no homem o desejo de progredir, de fortificar seu caráter e sua eficiência em todos os campos de atividade humana.
Tais obras seguramente possuem grande utilidade, entretanto devemos nos atualizar no estudo da Liderança, visto que é uma arte muito dinâmica, e conforme a mudança cultural exige-se que o líder sempre esteja atualizado com o presente em que vive.
Se observarmos os países que possuem individualidade, que souberam impor uma disciplina ao seu caráter e à sua vontade, que tiveram por norma o otimismo, veremos que os tais, marcham sempre na vanguarda das demais civilizações, impondo não somente sua cultura e seu idioma, como também atingem todos os setores produtivos dos demais países (ex. o Helenismo - com Alexandre).
Portanto, a isso chamamos de literatura de orientação.
Esta age sobre o caráter e a vontade do homem, despertando habilidades e energias adormecidas, estimulando nas pessoas, o desejo de lutar, de ser e de conquistar o mundo, por meio de ações e forças morais orientadas pela Palavra de Deus, quer conduz ao respeito e amor ao próximo.



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...