Para abrir as Postagens é só clicar. nos Temas

terça-feira, abril 14, 2015

SEMINÁRIO ANUAL – 2015 – IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS – DE VOLTA AO CENÁCULO


ESTUDO PARCIAL - SE DESEJAR COMPLETO PEÇA POR EMAIL.
I. CRISTO RETORNA AOS CÉUS E OS DISCÍPULOS A JERUSALÉM. (At. 1: 9-14).
V.9 E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos.
V.10 E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois varões vestidos de branco,
V.11 os quais lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir. V.12 Então, voltaram para Jerusalém, do monte chamado das Oliveiras, o qual está perto de Jerusalém, à distância do caminho de um sábado.
V.13 E, entrando, subiram ao cenáculo, onde habitavam Pedro e Tiago, João e André, Filipe e Tomé, Bartolomeu e Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o Zelote, e Judas, filho de Tiago.
V.14 Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria, mãe de Jesus, e com seus irmãos.

1.1 O Senhor Jesus Cristo ascende gloriosamente aos céus. (At. 1: 9, 10).
V.9 E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos.
V.10 E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois varões vestidos de branco,
O Senhor Jesus aos subir aos céus confirmou e concluiu a sua obra redentora; triunfou sobre: O pecado, o mundo e sobre o diabo; confirmando também o seu retorno glorioso a terra conforme havia dito. (Jo. 14: 1-3).
V.1 Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.
V.2 Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar.
V.3 E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também.

1.2 Os discípulos voltaram para Jerusalém. (At. 1: 11, 12).
V.11 os quais lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir. V.12 Então, voltaram para Jerusalém, do monte chamado das Oliveiras, o qual está perto de Jerusalém, à distância do caminho de um sábado.
Do monte das Oliveiras, o Senhor Jesus subiu aos céus, e os seus discípulos desceram e retornaram para Jerusalém, uma caminhada de quase três quilômetros.

1.3 Em Jerusalém, os discípulos subiram ao *cenáculo da casa de João. (Jo. 1: 13). *Cenáculo: A palavra é um derivado da palavra latina cena, que significa “jantar”. Antiga designação da sala em que se comia a ceia ou jantar. Refeitório. O cenáculo em que Cristo realizou a última Ceia com seus discípulos era espaçoso e mobilado, (Mc. 14: 15); ficava na parte superior. (At. 1: 13).
V.13 E, entrando, subiram ao cenáculo, onde habitavam Pedro e Tiago, João e André, Filipe e Tomé, Bartolomeu e Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o Zelote, e Judas, filho de Tiago.
Imediatamente ao chegar a Jerusalém, os discípulos aproximadamente 120 irmãos subiram ao cenáculo para orar crendo na promessa que Cristo havia dito sobre o derramamento do Espírito Santo.

1.4 Os discípulos reunidos em oração clamaram a Deus pelo derramamento do Espírito Santo. (At. 1: 14a).
V.14 Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres,
Eles perseveraram reunidos num mesmo objetivo, à efusão (derramamento) do Espírito Santo, os discípulos não desanimaram; mas com fé buscaram o poder do alto para depois testificar de Cristo.

1.5 A atitude dos discípulos no cenáculo revela: (At. 1: 14b)
V.14b... e Maria, mãe de Jesus, e com seus irmãos.
A atitude dos discípulos no cenáculo provou que eram unidos, de acordo com o salmista Davi. (Sl. 133: 1)
V.1 Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união!
Viviam em paz. (Ef. 4: 3).
V.3 procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz:
Os discípulos estavam com o mesmo propósito. (Lc. 24: 49).
V.49 E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder.
Eram pessoas de fé e perseverantes em oração. (At. 1: 14).
V.14 Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria, mãe de Jesus, e com seus irmãos.
Aplicação
A união e a perseverança dos discípulos demonstrava que eles não perdiam o culto e nem à hora da oração. Clamaram com insistência até que a promessa de Deus se cumpriu com o Derramamento do Espírito Santo sobre todos. Lucas havia comentado sobre a parábola da oração constante. (Lc. 18: 1).
V.1 E contou-lhes também uma parábola sobre o dever de orar sempre e nunca desfalecer,...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...