Para abrir as Postagens é só clicar. nos Temas

quarta-feira, maio 27, 2015

A DINÂMICA COMPORTAMENTAL DO GRUPO PEQUENO


O Grupo pequeno exerce uma força poderosa em qualquer tipo de organização.
Dentro desse Grupo existe um conjunto de forças geradas no íntimo dos seus participantes, aumentando a força do Grupo.
O Grupo Pequeno teve seu início na Eclesia do N.T., estabelecido segundo a promessa de Cristo. “Porque onde estiver dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles” (Mt. 18:20).
Cristo escolheu doze homens rudes, problemáticos, e dedicou tempo para instruí-los. Estes foram considerados como colunas da nascente Igreja de Jerusalém.

Porque o grupo pequeno exerce tanta força na Igreja?

Temos a resposta no impacto que o grupo causa na vida psicológica e espiritual dos seus membros. Entre as diversas áreas da Igreja, estão às necessidades humanas da realização do grupo.
 O grupo aumenta a satisfação da interação pessoal através da fraternidade, e da convivência com seus membros.
A dinâmica do grupo é realizada na construção de seus ideais.
Podemos prever a eficiência de um grupo, se nós conhecermos os fatores que o envolvem: Alvos, normas, projetos e coesão.
A ESTRUTURA DO PEQUENO GRUPO
Os grupos possuem estrutura definida: Líder, membros, funções, padrão de autoridade e rede de comunicação. Podemos tomar um grupo da Igreja, em seguida fazermos uma análise de seu comportamento estrutural.
Pode ser um grupo heterogêneo, com suas:: Crenças, valores, características e estilo, de vida ou homogêneos, o que mais provável.
O impacto que os membros provocam será grande, pois o grupo com seus membros, neste caso homogêneo exercerão uma força entre seus membros.
 A influência psicológica que um indivíduo provoca sobre o outro pode satisfazer a necessidade pessoal de cada um.

COMO LIDERAR OS PEQUENOS GRUPOS

Objetivo a ser Atingido:

a)    Ganhar a compreensão de ser um líder eficiente do grupo.

Pontos Principais deste Assunto:

a)    Qual é minha função como líder?
b)   Como posso tratar os problemas do grupo?
c)   Como resumir as contribuições do grupo.
Introdução
Para exercermos a liderança nos grupos da Igreja, é necessário sermos hábeis na condução do mesmo.
Se quisermos um grupo motivador e dinâmico, é preciso que o líder seja eficiente, que saiba conduzir a reunião precisa saber conversar com seus liderados.
I. Habilidade do Líder
O papel do coordenador do grupo é essencial. Para coordenar um grupo é necessário ter algumas habilidades:
1. Predisposição para desenvolvê-las:
Ø  O líder não deve ser neófito, mas deve ter uma estrutura para chegar aos fins.
Ø  Também é preciso ter disposição para a leitura e aprendizagem sobre liderança.
2. Persistência:
Ainda que Alguns desistam; o líder não pode recuar. (Precisa Manter-se firme e constante; sem mudar de intento).
3. Atitudes Pessoais
Ø  Autenticidade (Ser você mesmo).
Apresentar-se como você é, sem máscaras, com seus sentimentos, qualidades e defeitos: I Co. 15:10.
Ø  Apreço, Aceitação, Confiança.
Aceitar e valorizar cada indivíduo como ele é.
Ø  Compreensão empática.
Ø  Capacidade de compreender as reações dos outros. (Sentir como a pessoa sente como se estivéssemos no seu lugar). Disciplina I Co. 9: 25-27.
Perseverar para alcançar o alvo. Obedecer às regras, horários, abdicar de certas coisas sem importância, para atingir seus fins. Na disciplina deve-se acrescentar a oração, estudo e jejum.
Ø  Coragem.
Poderão surgir situações adversas. II Tm. 1: 7
Ø  Confiabilidade
Sigilo Pv. 25: 9 liderar com cuidado ao usar a linguagem.
4. Diante das Pessoas
Ø  Ser hospitaleiro Rm. 12: 13.
Ser gentil com os estranhos ou convidados, abertos às pessoas, com desejo de ministrá-las algo. Procure deixar os convidados bem à vontade. (Timidez)
Ø  Apto para Ensinar II Tm. 2: 24.
              Procure ser claro com seus membros; seja paciente, amoroso, gentil.
              Evite irritar-se.
Ø  Inimigo de Contendas.
Ø  Não lute contra as pessoas, insistindo em defender a seu jeito de ser e dos seus direitos.
“Estas características afetam o relacionamento com as pessoas e a capacidade de servir. Cristo nos deixou um exemplo de serviço e humildade, lavou os pés dos seus discípulos.

”A nossa função como líder é, para servir. Pode haver momentos de fraqueza, quando falhamos em algumas características, e se elas são padrões em nossas vidas”.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...