Para abrir as Postagens é só clicar. nos Temas

terça-feira, maio 10, 2016

A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR

   
A fidelidade de um Obreiro está intimamente ligada primeiramente a Deus, a esposa filhos ao seu trabalho e por fim ao seu Ministério, suas atividades, pastor, obreiros e a igreja.  

Fidelidade: [Do lat. fidelitate.]

Qualidade de fiel; lealdade. Constância, firmeza, nas afeições, nos sentimentos; perseverança. 
Observância rigorosa da verdade; exatidão.


Texto Áureo: “Espero, porém, no Senhor Jesus, mandar-vos Timóteo, o mais breve possível, afim de que eu me sinta animado também, tendo conhecimento da vossa situação”.  


Verdade Prática: Os obreiros do Senhor devem estar conscientes quanto à sua responsabilidade no santo ministério.
Expressão de admiração, aprovação, louvor, etc.: Discurso em louvor de alguém; encômio.
Um elogio sincero não exclui a crítica.
Elogio de corpo presente. Elogio feito em presença do elogiado.
Elogio fúnebre. Aquele que se faz em honra de um morto.
“Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor”.  (Mt. 25: 21).

Leitura Bíblica em Classe: Filipenses 2:19-29.

Elogio de Timóteo e Epafrodito, os mensageiros de Paulo junto aos filipenses.

19- E espero, no Senhor Jesus, que em breve vos mandarei Timóteo, para que também eu esteja de bom ânimo, sabendo dos vossos negócios.
20- Porque a ninguém tenho de igual sentimento, que sinceramente cuide do vosso estado;
21- porque todos buscam o que é seu e não o que é de Cristo Jesus.
22- Mas bem sabeis qual a sua experiência, e que serviu comigo no evangelho, como filho ao pai.
23- De sorte que espero enviá-lo a vós logo que tenha provido a meus negócios.
24- Mas confio no Senhor que também eu mesmo, em breve, irei ter convosco.
25- Julguei, contudo, necessário mandar-vos Epafrodito, meu irmão, e cooperador, e companheiro nos combates, e vosso enviado para prover às minhas necessidades;
26- porquanto tinha muitas saudades de vós todos e estava muito angustiado de que tivésseis ouvido que ele estivera doente.
27- E, de fato, esteve doente e quase à morte, mas Deus se apiedou dele e não somente dele, mas também de mim, para que eu não tivesse tristeza sobre tristeza.
28- Por isso, vo-lo enviei mais depressa, para que, vendo-o outra vez, vos regozijeis, e eu tenha menos tristeza.  29- Recebei-o, pois, no Senhor, com todo o gozo, e tende-o em honra:
Motivo da Doença Epafrodito.
30- porque, pela obra de Cristo, chegou até bem próximo da morte, não fazendo caso da vida, para suprir para comigo a falta do vosso serviço.
INTRODUÇÃO
Devido a sua prisão, Paulo estava preocupado com a situação da igreja de Filipos, quanto a sua unidade e a sua comunhão. Paulo chega dizer que se preciso fosse daria a sua própria vida em sacrifício pelos irmãos filipenses.
17. “E, ainda que seja oferecido por libação sobre o sacrifício e serviço da vossa fé, folgo e me regozijo com todos vós”. (Fp. 2: 17).
Na impossibilidade de estar entre os irmãos, Paulo resolve mandar os melhores obreiros, homens santos e fiéis com a mesma intenção e amor de Paulo. Timóteo e Epafrodito.
Timóteo 22. O caráter provado de Timóteo (dokimê, "aprovação obtida por meio de teste") era bem conhecido dos filipenses, porque eles já o tinham observado (Atos 16:1- 4) quando serviu a Paulo como Filho ao pai, no (interesse do) evangelho. Timóteo chegaria depois a ser cooperador especial de Paulo. Saúdam-vos Timóteo, meu cooperador (...). (Rm 16.21).
Epafrodito Obreiro incansável ainda doente dedicou-se a igreja de tal maneira, que quase lhe custou a sua própria vida. (Fp. 2: 30).
I - PREOCUPAÇÃO DE PAULO COM A IGREJA
1. Paulo, um líder comprometido com o pastorado.
Conforme o vr. 19 - “E espero, no Senhor Jesus, que em breve vos mandarei Timóteo, para que também eu esteja de bom ânimo, sabendo dos vossos negócios”.
Entendemos que Paulo estava ansioso por saber como estavam os irmãos filipenses. Paulo já havia demonstrado sua preocupação também em relação aos lobos desagregadores de ovelhas. 29 - “Porque eu sei isto: que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não perdoarão o rebanho”. (At. 20: 29).
2. Paulo, o mentor (mestre, conselheiro) de novos obreiros.
Conforme havíamos dito Paulo conta com dois obreiros espaciais e de confiança para trabalhar com os irmãos filipenses. Comentamos sobre Timóteo e agora Epafrodito era um cooperador de confiança de Paulo por que dava testemunho de lealdade com a sua própria vida pela causa do Evangelho.
Paulo ainda destaca a integridade desses dois servos de Deus contra a avareza dos falsos obreiros. 21- “porque todos buscam o que é seu e não o que é de Cristo Jesus”.
Por volta do ano 300 D. C., o Imperador romano por nome de Constantino, viu no Cristianismo a possibilidade de sua ascensão e misturou a igreja com o imperialismo político de Roma. Constantino visou primeiramente seus próprios interesses. A Fidelidade de Constantino não estava na obra do Senhor.
Onde estão os nossos sinceros interesses como fiéis obreiros do Senhor? Epafrodito deu sua resposta com a sua própria vida, que quase a perdeu pelo zelo a obra do Senhor.
3 - Paulo, um líder que amava a igreja.
A preocupação e a ação de Paulo pela igreja dos filipenses demonstravam o seu amor por ela. Segundo Elienai Cabral o amor de Paulo, não era uma relação comercial, pois o apóstolo não tratava a igreja como um negócio.
A ética me dá o direito de falar, contudo, falo pelo zelo a igreja e não sobre os interesses de alguns obreiros, que estão sendo aliciados (seduzidos) com promessas de cargos e salários, saem da igreja como cooperadores e após a reunião como o presidente tornam-se pastores assalariados.
Obreiros fiéis do Senhor ouçam o que está escrito em Mt. 25: 21 “Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor”. 
Elienai Cabral comenta que: Precisamos de obreiros que amem a Igreja do Senhor, constituída de pessoas necessitadas, carentes, que desejam serem amadas pelos seus pastores.
Observemos o conselho de Paulo a Timóteo: 1. “Tu, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus. 2. E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros”. (IITm. 2: 1,2)

II. O ENVIO DE TIMÓTEO À FILIPOS (Fp. 2. 19-24)
1. Paulo dá testemunho por Timóteo
O envio de Timóteo à Filipos tinha a finalidade de fortalecer a liderança local e consequentemente todo o corpo de Cristo.
O objetivo de Paulo era tomar conhecimento a respeito da fé dos irmãos, que exemplo de pastor preocupado com o rebanho do Senhor.
Ao enviar Timóteo Paulo sabia que estava enviando um obreiro leal a Cristo e a ele, por considerá-lo como filho, e que Timóteo faria exatamente o que Paulo faria, Que obreiro de valor, a ponto de Paulo dizer: 20- “Porque a ninguém tenho de igual sentimento, que sinceramente cuide do vosso estado;” (IITm. 2: 20).
20.  Ninguém! Não uma impetuosa condenação dos seus cooperadores. Mas entre aqueles que estavam ali à disposição não havia ninguém que, como Timóteo, estivesse sinceramente (gnêsios, lit., nascido do matrimônio; portanto, "como um irmão") preocupado pelo bem-estar deles.
2 - O modelo paulino de liderança.
Timóteo, Epafrodito e Tito foram instruídos na Palavra sob a liderança de Paulo, ou seja, os três obreiros foram fiéis a Paulo, aos seus ensinamentos, que repercutiu como benção para a Igreja de Cristo. Hoje pouquíssimos obreiros veem aprender como o seu líder, cada uma se acha pronto. Um pastor não nasce de um dia para o outro é preciso aprender para liderar. Cristo aconselhou seus discípulos dizendo: “Aprendei de mim” (...).
O apóstolo Paulo aprendera com Jesus que o líder cristão deve servir à Igreja e jamais servir-se dela. Por que o comentarista está se referindo ao mesmo assunto?
E Cristo nos exorta dizendo: 28- “bem como o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e para dar a sua vida em resgate de muitos”. (Mt. 20: 28).
3- As qualidades de Timóteo (IITm. 2: 20-22).
Timóteo além da sua lealdade a Paulo também era fiel a Igreja de Cristo.
20- “Porque a ninguém tenho de igual sentimento, que sinceramente cuide do vosso estado;”
Assim como Timóteo todo líder precisa estar preparado para exercer sua liderança com disposição de servir ao Senhor e a sua Igreja.

III. EPAFRODITO UM OBREIRO DEDICADO (Fp. 2: 25-30).

1- Epafrodito, um mensageiro de confiança
O apostolo Paulo o elogia como um grande cooperador e companheiro de combates. E também encarregado de suprir com as ofertas dos filipenses, as despesas de Paulo em sua prisão domiciliar. 25. Epafrodito (encantador) é um dos heróis mais atraentes do N.T. Ele fora encarregado de levar o presente em dinheiro (Fp. 4:18) e de servir Paulo no interesse dos filipenses.

2- Epafrodito, um verdadeiro missionário.
Um obreiro como Epafrodito, vai além do lhe foi mandado, sendo assim ele aproveitou a ocasião para evangelizar as regiões circunvizinhas. Em outras palavras Epafrodito era um autêntico missionário.

3- Paulo envia Epafrodito.

Após Deus ter restabelecido a saúde de Epafrodito, Paulo demonstrou seu amor e o seu carinho à pessoa de Epafrodito. ­- 27- “E, de fato, esteve doente e quase à morte, mas Deus se apiedou dele e não somente dele, mas também de mim, para que eu não tivesse tristeza sobre tristeza”.
Devido às condições Morais e espirituais de Epafrodito Paulo o envia aos irmãos filipenses.  - 28- “Por isso, vo-lo enviei mais depressa, para que, vendo-o outra vez, vos regozijeis, e eu tenha menos tristeza”.  
Paulo recomenda Epafrodito como um obreiro fiel. - 29- “Recebei-o, pois, no Senhor, com todo o gozo, e tende-o em honra:”
Motivo da Doença Epafrodito.
30- porque, pela obra de Cristo, chegou até bem próximo da morte, não fazendo caso da vida, para suprir para comigo a falta do vosso serviço.
Conclusão

A Igreja pertence a Cristo, e nós os obreiros, somos os servidores desta comunidade espalhada pela face da terra. Elienai cita o exemplo de Pedro, mas citamos também o Exemplo de Paulo como líder e os seus companheiros de lutas e combates pela causa de Cristo, Timóteo e Epafrodito, que foram seus fiem cooperadores na igreja de Filipos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...